DE QUANDO É PRECISO SABER LER E FALAR A VERDADE…

Nem estamos ainda em ano eleitoral e certos leitores delirantes – ou mal intencionados, o que é mais provável – são capazes das mais esdrúxulas interpretações para alimentar seus espíritos à ‘fouché’, próprios de gente que é mestre em promover invidia e discórdia de toda ordem.

JORNALISTA DE GABINETE

É o que acontece, quando certos jornalistas da terra, vivendo no “estaleiro” e abrigados em gabinetes a soldo do erário, resolvem disseminar a ‘informação” de que “o Aroldo Murá está promovendo o Osmar Dias, chamando-o de futuro governador do Paraná”.

Ora, isso nunca existiu, trata-se de mentira deslavada, para não dizer que é apenas delírio. Se delírio, a loucura ainda poderia ter o benefício da insanidade do lambanceiro.

PERSONALIZADO

Quero acreditar que tal “conversa de Matilde” tenha por origem o seguinte: todos os personagens do meu livro “Vozes do Paraná 9″ (assim como dos oito anteriores) recebem, entregues pelas editoras da publicação, convites personalizados (em seus nomes), para que convidem seus amigos e familiares para a noite, como foi a desta sexta, 11.

TAMBÉM PARA OSMAR

Assim aconteceu também com os convites do ex-senador Osmar Dias (vide reprodução abaixo). Em nenhuma linha há referência ao personagem Osmar Dias como “futuro governador do Paraná”.

Se alguém reproduziu o convite de Osmar para sua rede de amigos, referindo-se a pretensões políticas do ex-senador, isso foge de minha responsabilidade. Eu nada tenho a ver com a possível adição, se é que existe. O original do convite desmente essas elucubrações e leviandades (vide abaixo).

DELÍRIOS E FUXICOS

O que não posso é me calar diante de delírios e fuxicos de quem, antes de tudo, quer prestar serviço, não importando se com mentiras ou tergiversações e insinuações.

E me indago: serviços a soldo de quem essa gente está agindo?

Afinal, tipos humanos desse porte estão sempre “à disposição” da melhor oferta, é o que seu currículo e sua história de vida indicam.

Por último, lembro: quando jovem nunca silenciei em defesa de minhas posições. Hoje, então, tenho ainda mais razão para bradar meu protesto.

Não me calo, para que as pedras não falem.

Convite de Osmar Dias, como os demais, não tem referência a pretensões e objetivos do personagem.

Convite de Osmar Dias, como os demais, não tem referência a pretensões e objetivos do personagem.