BANDA B, UM ‘CASE’ DE RÁDIO ESSENCIAL

96-Destaque-blog

Luiz Carlos Martins e Maria Martins; Mariana Martins; Denize Mello e Michel Micheleto

Luiz Carlos Martins e Maria Martins; Mariana Martins; Denize Mello e Michel Micheleto

Não posso deixar de registrar: a Rádio Banda B de Curitiba está entre as empresas de comunicação finalistas do Prêmio Top de Marketing-2017, da ADVB-PR.

Quem conhece, como eu conheço a trajetória de Luiz Carlos Martins, sabe avaliar a posição conquistada pela emissora com um olhar mais profundo. Ele envolve suor, lágrimas e um labor continuado, uma batalha por minuto aos longos de decênios.

Tenho privilegiada visão retrocognitiva, correta, ampla, hoje um tanto distante (apenas fisicamente) dos grandes atores que estão por trás do sucesso da Banda B. O que só aumenta a importância de meu testemunho.

DESDE OS ANOS 70

Nesse rápido inventário afetivo-crítico, que remonta ao começo dos 1970, impossível dissociar Maria, a companheira de tantos anos, dessa jornada de Luiz. Ela foi (e é) a alavanca silenciosa que mais move o radialista.

Esse itinerário já histórico do radialista começou pela voz e capacidade de comunicação privilegiadas do homem que continua simples. E com simplicidade, como a média dos brasileiros, é compreendido plenamente.

Mas com que entonações peculiares!

UM TIMBRE ÚNICO

Seu timbre de voz único proclama convocações que operam mudanças sociais, espirituais, de costumes (para o bem).

O comunicador nunca foi de sofisticações. Não precisa delas.

Inteligente, Luiz sabe que o Brasil profundo, aquele que conta nos grandes balanços empresariais e públicos e nos momentos decisivos, tem nele um irrepreensível intérprete.

E quem não se esforça para entender o Brasil?

UNIVERSO CURITIBANO

Luiz Carlos Martins e sua Rádio Banda B fazem parte disso que eu denomino de “universo essencial curitibano”.

Desta forma, não consigo imaginar as manhãs da cidade sem essa carga de energia, espiritualidade e visão crítica sobre o mundo imediato, como o que encontro nas mensagens de Luiz. São simples, não simplistas, mas revelam muito além de uma voz amiga: o homem da Banda B é ao mesmo tempo exemplar fiador de liberdades de expressão. Dessa realidade são exemplares os noticiários, as opiniões e a capacidade que a emissora tem de se movimentar. É caixa de ressonância da cidade. E a cidade devolve-lhe, pela audiência campeã, os bens imateriais recebidos.

ANDANDO JUNTOS

Por dever de justiça, meu olhar contempla outros fiéis seguidores da pauta de Luiz, como Michel Micheleto, diretor, a jornalista Denize Mello, e Mariana Martins, apresentadora, que fazem a rádio de qualidade na batalha diária, em tempos em que a comunicação com opinião de peso e informação segura são raridades em Curitiba.