“PECADO” É DA IMPRENSA, EIS O REPETECO DE BOLSONARO

Carmen Lúcia, Jair Bolsonaro e Hitler: visões diversas

Carmen Lúcia, Jair Bolsonaro e Hitler: visões diversas

Não tenho especial antipatia por Jair Bolsonaro. Mas com certeza não votarei nele para presidente. Um dos impeditivos para sufragar seu nome é o fato de ele repetir, como todo político de baixo calão, que a ‘imprensa é que é culpada’. Tal como faz agora, transferindo a ‘culpa’ ao jornal Folha de São Paulo, no caso da denúncia feita sobre o auxílio moradia que o deputado recebe em Brasília. Lá Bolsonaro tem apartamento próprio.

NÃO AGE SOZINHO

Aliás, o radical Bolsonaro não está sozinho nesses “maus costumes”, de acusar a imprensa quando ela denuncia falcatruas políticas. Para esses tipos, o ideal é uma imprensa que seja mero boletim de elogios aos poderosos de plantão. É o sonho que alguns ‘notáveis’ ditadores.

Nesses momentos é bom lembrar aquela frase, exclamação antológica da presidente do STF, Carmen Lúcia: “Cala boca já morreu…”